MINISTÉRIO GRAÇA E PAZ

MINISTÉRIO GRAÇA E PAZ - EDIFICANDO O CARÁTER E A LIDERANÇA NA IGREJA DO SENHOR JESUS CRISTO

UNIVERSIDADE TEOLÓGICA GRAÇA E PAZ – Site: https://sites.google.com/site/icfeinstitutocristaodeformacao/

(Gênesis 17:1) - "Eu Sou o Deus Todo-poderoso; anda em minha presença e sê íntegro".

(Levítico 19:2) - "Portanto, santificai-vos e sede santos, pois Eu sou o Senhor vosso Deus";

(Provérbios 14:34) - "A justiça exalta os povos, mas o pecado é a vergonha das nações".

(Apocalipse 22:11) - Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

É NATAL! EIS ALGUNS FATOS HISTÓRICOS E CURIOSIDADES SOBRE O NATAL E SOBRE A PESSOA BENDITA DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO!



Graça e paz, Amados(as): 

Neste relato apresento agora um pouco de História e algumas curiosidades sobre o Natal e a respeito da Pessoa Bendita de Jesus e, para isso, inicio com duas perguntas: 
De qual filho de Davi Jesus foi descendente e por que a Bíblia apresenta duas genealogias diferentes de Jesus (nos Evangelhos de Mateus e Lucas)? 
Em Mateus a genealogia de Jesus é descrita por José descendente de Salomão, filho de Davi com Batseba e em Lucas a genealogia de Jesus é descrita por Maria (onde não aparece o nome de Maria, mas sim, de Eli seu pai e sogro de José), sendo Eli descendente de Natan também filho de Batseba. Assim, via José e por adoção Jesus é legalmente descendente de Salomão (filho de Davi) e via Maria Jesus é naturalmente (biologicamente) descendente da Natan (filho de Davi) e de Arão (linhagem Sumo-Sacerdotal de Israel), pois Maria também tinha ascendência Sumo-Sacerdotal tendo em vista que em Lucas 1 está descrito que Isabel (prima de Maria e mãe de João Batista) assim como Zacarias seu esposo eram descendentes os dois de Arão (o pai da linhagem Sumo-Sacerdotal)! 
Jeconias (descendente de Salomão e ancestral de José, e que foi o penúltimo rei de Judá antes do cativeiro Babilônico, também sendo chamado de Joaquim) foi um rei tão mau que Deus fez um juramento de que a dinastia dele como governante em Israel se encerraria nele, pois os seus filhos biológicos perderiam o direito de se assentar no trono de Israel como reis (Jeremias 22) tendo acontecido de fato isto, pois no reinado dele Nabucodonosor levou Judá e toda Casa Real para o cativeiro de Babilônia o qual durou 70 anos e seus filhos e descendentes jamais se assentaram como rei em Israel tendo apenas posteriormente um de seus descendentes (Zorobabel) ajudado a reconstruir Jerusalém depois desse cativeiro, mas jamais se tornou rei em Israel! 
Interessante ainda é observamos que com o nascimento de Jesus se materializa fisicamente na Terra o Reinado e a Dinastia de Melquisedeque (um Reinado caracterizado por ser de Governo e Realeza Celestial e Sumo Sacerdotal) que é o Reinado eterno de Jesus o qual apareceu a Abraão e a Moisés, sendo a dinastia de Davi e de Arão apenas figuras e sombras desse Reinado e Dinastia de Melquisedeque, e, assim, em Cristo as duas linhagens (de Davi e de Arão) se fundem em uma só dando início à Dinastia de Melquisedeque na Terra (Genesis 15:18-20;  49:1-12; Êxodo 3: 13-14; 19:6; I Crônicas 17; Salmos 2; 89; 110;  Isaías 9; 11; 49; Daniel 2; 7; Hebreus 7; 8; 9; 10; Mateus 21:33-46; 22: 1-14; 41-46; 25:31-46; 28: 18-20; Lucas 1; 19:11-27; João 8:49-59;15; Efésios 1; Filipenses 2:1-11; Apocalipse 1; 3:7; 14:14-20; 22:16)! 
Herodes e a sua dinastia que reinava em Israel no tempo de Jesus não tinha laço de parentesco algum com a Casa (dinastia) de Davi sendo ele descendente de Edom e de árabes, sendo assim apenas descendente de Edom (Esaú) Isaque e de Abraão, mas não da linhagem de Judá e nem da Casa (dinastia) de Davi!
É importante também lembrar que Jesus quando se apresentou oficialmente às lideranças religiosas de Nazaré na Sinagoga, Ele se assentou na Cadeira do Messias, pois toda Sinagoga tinha uma cadeira dessa vazia que representava a Cadeira do Messias a qual pessoa alguma, exceto o Messias que eles esperavam, poderia sentar-se nela (Isaías 61; Lucas 4:14-30)! 
Vale ainda salientar que quando Jesus estava na Páscoa sendo interrogado pelo Sumo Sacerdote se Ele era o Messias, Filho de Deus, e , Jesus disse que sim, o Sumo Sacerdote rasgou as suas próprias vestes (Mateus 26:57-68), portanto, espiritualmente falando, passou a vara de governo desse Sumo Sacerdócio (a vara de Arão que florescera, Números 17) para o Senhor Jesus, pois mesmo esse Sumo Sacerdote com raiva cumpriu assim uma tradição que vinha desde Arão a qual era a seguinte: quando um Sumo Sacerdote ia passar o governo Sacerdotal para outro ele recolhia as suas vestes e passava a vara de Arão para ele, vara essa que, segundo conta algumas tradições, tinha gravada em ouro todos os nomes dos Sumos Sacerdotes que assumiram esse governo Sacerdotal desde Arão até àquele Sumo Sacerdote que estava à frente de Jesus o interrogando! Porém, teve um detalhe: a vara de Arão que estava com esse Sumo Sacerdote que interrogou a Jesus não possuía mais espaço algum para colocar mais nome! Assim ao rasgar as suas vestes diante de Jesus (algo proibido por Deus conforme descrito em Levítico 21:10), esse Sumo Sacerdote passou o governo Sumo Sacerdotal Araônico para o Governo Sumo Sacerdotal de Melquisedeque! É por isto que Deus disse à Adão e Eva que seria a semente da mulher que esmagaria a cabeça da Serpente (do Diabo) na Terra, pois é em Maria que as linhagens de Davi e de Arão se tornam uma só inaugurando assim com Jesus a Nova Aliança (o Novo Testamento, Pacto) entre Deus e a humanidade, não sendo sem razão que o Anjo disse para Maria que ela era "agraciada e bendita entre as mulheres" (Gênesis 3:14-15; Salmos 41:9; Lucas 1:26-33; Joâo 1; Mateus 26:20-29).... 
Vamos mais a algumas perguntas: por que os magos do Oriente associaram o surgimento da Estrela no Céu com o nascimento de um judeu descendente e herdeiro legal do trono da monarquia de Israel e porque deram aqueles presentes a Jesus? 
Esses magos pertenciam a uma casta e ordem (escola) de sábios remota (bem antiga) que vemos falar dela em Daniel nos capítulos 1; 2; 5 tanto no Império Babilônico como no Império Medo-Persa, casta e ordem essa da qual o profeta Daniel foi constituído Superintendente pelo próprio rei Nabucodonosor! Pois bem, os amados (as) podem ver no livro de Daniel que no capitulo 9 o Senhor Deus revelou a Daniel que o período em que o Messias (o Ungido que receberia por toda eternidade o trono de Davi e que inauguraria na Terra a dinastia de uma realeza sacerdotal) iria surgir e finalizaria a Sua Obra dentro de 69 semanas (de sete anos cada uma, ou seja, de 483 anos) contando-se a partir do decreto de reedificação de Jerusalém, decreto esse que foi dado posteriormente pelo rei persa Artaxerxes em 445 A.C! O profeta Daniel sabia que não estaria vivo na Terra para ver essas coisas, mas, como Superintendente dessa casta e ordem de sábios (magos) deixou tudo escrito! 
Quando os magos viram o sinal no Céu consultaram os registros da ordem (da escola de sábios) e verificaram que o período coincidia com os relatos deixados por seu antigo líder, o profeta Daniel! Ao irem ao encontro foram direto ao Palácio do rei, pois sabiam que o Messias havia nascido e assim levaram os presentes reconhecendo os três ofícios ministeriais do Messias: ouro (sua realeza, pois até hoje é o presente que se costuma dar aos reis, I Reis 10), incenso (sua divindade, Êxodo 30: 34-38) e mirra (seu ofício sacerdotal, Êxodo 30:22-33)! 
Vejam assim queridos(as) a grandiosidade da Pessoa que nós como Cristãos servimos e da qual somos embaixadores oficiais na Terra! Quem dera que toda a Igreja de Cristo tivesse essa consciência e vivesse à altura dessa Verdade, ou seja, à estatura de maturidade de homem  perfeito na medida da estatura completa de Cristo (Efésios 4:13; I Pedro 2)! Cabe agora a pergunta: como estão as suas vestes sacerdotais diante de DEUS (Malaquias 2; Mateus 22:1-13; Lucas 15:22; I Pedro 3; Apocalipse 3:1-6; 7:13-17; 19:6-10)? Saiba que quando desobedecemos nós pecamos e estamos manchando e rasgando as nossas vestes que continuam manchadas e rasgadas enquanto não buscarmos a DEUS e não nos arrependermos de coração sincero! Que Deus continue a nos abençoar nos dando essa consciência cada vez mais, Feliz Natal e fiquem na graça e na paz bendita do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o Rei dos reis e Deus que se fez homem para habitar entre nós, Amém!

Pra. Carmem (Pra. Acsa)

Nenhum comentário: