MINISTÉRIO GRAÇA E PAZ

MINISTÉRIO GRAÇA E PAZ - EDIFICANDO O CARÁTER E A LIDERANÇA NA IGREJA DO SENHOR JESUS CRISTO

UNIVERSIDADE TEOLÓGICA GRAÇA E PAZ – Site: https://sites.google.com/site/icfeinstitutocristaodeformacao/

(Gênesis 17:1) - "Eu Sou o Deus Todo-poderoso; anda em minha presença e sê íntegro".

(Levítico 19:2) - "Portanto, santificai-vos e sede santos, pois Eu sou o Senhor vosso Deus";

(Provérbios 14:34) - "A justiça exalta os povos, mas o pecado é a vergonha das nações".

(Apocalipse 22:11) - Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

DE MÚSICO E PASTOR DE OVELHAS A UM GUERREIRO CAPAZ DE ENVERGAR E QUEBRAR ARCOS DE BRONZE E SE TORNAR REI !



Boa Noite, Leitores(as):

Muitos estudos já têm sido realizados seja na área teológica, administrativa, na ciência política, na ciência militar, na psicologia, etc., sobre como alguém se tornar um líder eficaz, eficiente e influenciador da sociedade, procurando inclusive traçar as personalidades e os perfis de personagens históricos que realizaram significativas proezas e mudanças neste planeta em seu tempo de vida na Terra.
Porém, hoje eu gostaria que você me acompanhasse sobre a experiência bastante peculiar e incomum descrita na Bíblia vivida por um homem que de músico e pastor de ovelhas se tornou, como mais tarde ele mesmo cantou em um de seus Salmos de louvor e adoração a DEUS, numa pessoa capaz de envergar e quebrar arcos de bronze em batalhas (Salmo 18): o guerreiro e rei de Israel chamado Davi.
Não há dúvidas de que Davi, de cuja linhagem descende JESUS (que é a raiz e a geração de Davi, Apocalipse 22: 16) foi o herói civilizador da monarquia em Israel, pois de fato ele foi quem conseguiu, no sentido mais amplo da palavra (teológico, sociológico, político, econômico, etc.), unir doze tribos de um povo influenciando significativamente para que este povo entendesse, absorvesse, praticasse e crescesse na egrégora nação. E uma das provas disto é que quando o povo de Israel pediu um rei, o primeiro rei que existiu nesta nação (Saul) foi indicado por DEUS ao profeta Samuel, porém o próprio DEUS o chamou de príncipe (ou capitão conforme algumas traduções, I Samuel 9: 16), porém quando DEUS indicou a Davi para ser o governante de Israel o chamou de rei, sendo assim de fato Davi o primeiro de poucos reis na Terra ao qual realmente DEUS indicou para se tornar rei (I Samuel 16:10; I Reis 19:15; II Reis 9:6), pois a História dos reis de Israel e das demais nações e de seus descendentes que ascenderam aos tronos mostra que realmente pouquíssimas pessoas estiveram a altura de tal cargo e foram indicadas por DEUS para exercerem esta função na sociedade!     
Então, como alguém de músico e pastor de ovelhas se torna em uma pessoa capaz de envergar e quebrar arcos de bronze e o maior guerreiro e rei que a nação de Israel teve em sua História?
Quando analisamos a trajetória de vida de Davi veremos que aos olhos humanos ele não possuía credencial alguma para se tornar um guerreiro e muito menos rei pelos seguintes motivos:
- Davi era um músico, pastor de ovelhas, não possuía estatura alta e era o mais novo de oito irmãos. Em Israel era costume, assim como em todas as nações da época, os filhos mais velhos, mais fortes, vistosos, de maior estatura e força física, etc., servirem às forças armadas (I Samuel 16: 6-13; 17: 12-14), critérios estes adotados até hoje pelos serviços militares quando se quer dispensar pessoas pelo excesso de contingente. Assim, na época de Davi os filhos que não possuíam estas “qualidades” humanas eram destinados para cuidarem dos animais ou serem agricultores;
- A família de Davi era de origem humilde, não possuía títulos de nobreza e nem antes dele alguém desta família havia ocupado posição de destaque na sociedade, seja na esfera religiosa (linhagem sacerdotal) ou governamental civil (jurídica ou cargo de monarquia);
Então, o que este homem tinha que fez com, pela Graça de DEUS, fosse escolhido por DEUS para ser rei e se tornasse o maior guerreiro e rei da Israel? Vejamos abaixo um dos Salmos de Davi do qual ele mesmo resume a sua trajetória de vida e como chegou a ser um grande guerreiro e rei:           
Salmos 18:1-50
1 - Eu te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha.
2 - O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.
3 - Invocarei o nome do SENHOR, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos.
4 - Tristezas de morte me cercaram, e torrentes de impiedade me assombraram.
5 - Tristezas do inferno me cingiram, laços de morte me surpreenderam.
6 - Na angústia invoquei ao SENHOR, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face.
7 - Então a terra se abalou e tremeu; e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto se indignou.
8 - Das suas narinas subiu fumaça, e da sua boca saiu fogo que consumia; carvões se acenderam dele.
9 - Abaixou os céus, e desceu, e a escuridão estava debaixo de seus pés.
10 - E montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento.
11 - Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus.
12 - Ao resplendor da sua presença as nuvens se espalharam, e a saraiva e as brasas de fogo.
13 - E o SENHOR trovejou nos céus, o Altíssimo levantou a sua voz; e houve saraiva e brasas de fogo.
14 - Mandou as suas setas, e as espalhou; multiplicou raios, e os desbaratou.
15 - Então foram vistas as profundezas das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, SENHOR, ao sopro das tuas narinas.
16 - Enviou desde o alto, e me tomou; tirou-me das muitas águas.
17 - Livrou-me do meu inimigo forte e dos que me odiavam, pois eram mais poderosos do que eu.
18 - Surpreenderam-me no dia da minha calamidade; mas o SENHOR foi o meu amparo.
19 - Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim.
20 - Recompensou-me o SENHOR conforme a minha justiça, retribuiu-me conforme a pureza das minhas mãos.
21 - Porque guardei os caminhos do SENHOR, e não me apartei impiamente do meu Deus.
22 - Porque todos os seus juízos estavam diante de mim, e não rejeitei os seus estatutos.
23 - Também fui sincero perante ele, e me guardei da minha iniqüidade.
24 - Assim que retribuiu-me o SENHOR conforme a minha justiça, conforme a pureza de minhas mãos perante os seus olhos.
25 - Com o benigno te mostrarás benigno; e com o homem sincero te mostrarás sincero;
26 - Com o puro te mostrarás puro; e com o perverso te mostrarás indomável.
27 - Porque tu livrarás o povo aflito, e abaterás os olhos altivos.
28 - Porque tu acenderás a minha candeia; o SENHOR meu Deus iluminará as minhas trevas.
29 - Porque contigo entrei pelo meio duma tropa, com o meu Deus saltei uma muralha.
30 - O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.
31 - Porque quem é Deus senão o SENHOR? E quem é rochedo senão o nosso Deus?
32 - Deus é o que me cinge de força e aperfeiçoa o meu caminho.
33 - Faz os meus pés como os das cervas, e põe-me nas minhas alturas.
34 - Ensina as minhas mãos para a guerra, de sorte que os meus braços quebraram um arco de bronze.
35 - Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me susteve, e a tua mansidão me engrandeceu.
36 - Alargaste os meus passos debaixo de mim, de maneira que os meus artelhos não vacilaram.
37 - Persegui os meus inimigos, e os alcancei; não voltei senão depois de os ter consumido.
38 - Atravessei-os de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés.
39 - Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram.
40 - Deste-me também o pescoço dos meus inimigos para que eu pudesse destruir os que me odeiam.
41 - Clamaram, mas não houve quem os livrasse; até ao SENHOR, mas ele não lhes respondeu.
42 - Então os esmiucei como o pó diante do vento; deitei-os fora como a lama das ruas.
43 - Livraste-me das contendas do povo, e me fizeste cabeça dos gentios; um povo que não conheci me servirá.
44 - Em ouvindo a minha voz, me obedecerão; os estranhos se submeterão a mim.
45 - Os estranhos descairão, e terão medo nos seus esconderijos.
46 - O SENHOR vive; e bendito seja o meu rochedo, e exaltado seja o Deus da minha salvação.
47 - É Deus que me vinga inteiramente, e sujeita os povos debaixo de mim;
48 - O que me livra de meus inimigos; sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim, tu me livras do homem violento.
49 - Assim que, ó SENHOR, te louvarei entre os gentios, e cantarei louvores ao teu nome,
50 - Pois engrandece a salvação do seu rei, e usa de benignidade com o seu ungido, com Davi, e com a sua semente para sempre.
   Perceberam? Então analisemos algumas características da personalidade e trajetória de vida de Davi que o tornaram apto para ser além de músico e pastor de ovelhas, também guerreiro e o maior rei de Israel:
- Davi tinha e cultivava uma disposição interior para crer, buscar e obedecer a DEUS, de tal modo que até mesmo quando tinha que enfrentar um exército inimigo perguntava a DEUS se devia ir, qual a estratégia a ser usada e tinha a convicção que estava prestando um serviço a DEUS (I Samuel 23; 30:8; I Samuel 17; II Samuel 5: 19-25);
- Davi era um homem que possuía um relacionamento pessoal com DEUS através da leitura e meditação da Torá (os cinco primeiros livros do Antigo Testamento, conhecidos na época com a lei do Senhor dada ao povo de Israel por intermédio de Moisés) e através de práticas de louvor e adoração a DEUS, costumes estes que ele não abandonou mesmo quando se tornou rei em Israel (I Samuel 16: 14-23; II Samuel 6; 22);      
- Davi jamais cobiçou o trono de Israel e a prova disto é que mesmo tendo sido ungido rei (após DEUS ter rejeitado a Saul como governante em Israel) e mesmo Saul tendo várias vezes tentado matá-lo jamais ousou enfrentar e nem mesmo matar a Saul, mesmo tendo a oportunidade de matar a Saul mais de uma vez (I Samuel 24; 26) e mesmo tendo passado grandes dificuldades (até mesmo fome) enquanto fugia de Saul (I Samuel 21: 1-6);
- Davi era uma pessoa que não desistia de cumprir as suas responsabilidades e metas e nem tirava a sua visão de foco da presença e providência de DEUS em sua vida, mesmo enfrentando grandes dificuldades (I Samuel 30);
- Davi era um homem quebrantado de coração ao ponto de quando pecava e era confrontado por DEUS, se arrependia do seu pecado, aceitava as correções de DEUS, não usava de artifícios legais para se justificar do seu erro e nem muito menos matava as pessoas que DEUS enviava para lhe dar a mensagem de confrontação, atitudes negativas estas (de tentar se justificar e matar os mensageiros de DEUS) muito comuns entre os governantes da época antiga e também nos dias atuais em muitos povos e nações da Terra (II Samuel 11; 12; 24; I Samuel 16: 1-2; 22: 6-23; I Reis 18; 19; Jeremias 20);
- Davi era uma pessoa generosa e grata tanto em relação a DEUS como às demais pessoas ao ponto de até mesmo se desprender dos seus recursos financeiros para ofertá-los a DEUS (I Samuel 30: 21-31; II Samuel 24: 19-24; I Crônicas 22; 29).
Sabe, quando estudamos e analisamos a História da humanidade desde os tempos antigos até os dias atuais podemos ver claramente que muitas são as lideranças que se levantam na Terra, seja na área religiosa, política, etc., porém poucas foram e são as que verdadeiramente puderam e podem ser chamadas de pessoas escolhidas por DEUS para realizar algo significativo na sociedade!
Nas comunidades religiosas e ambientes de trabalho que já frequentei e frequento ou vejo na mídia e no dia a dia do cenário político brasileiro e mundial pude ver e podemos observar, caso você comece a prestar atenção, muitas lideranças sendo fabricadas artificialmente (lideranças biônicas) e pouquíssimas genuínas lideranças sendo levantadas as quais muitas vezes quando começam a despontar ou são cooptadas ou até mesmo são abortadas através de sua honra manchada por calúnias, etc., oriundas de pessoas que ocupam posições de destaque e não querem perder o poder (político, financeiro, etc.) para si mesmo e para os seus descendentes e/ou grupos aliados. Vejamos alguns exemplos:
- Quantas vezes presenciei e até hoje vejo ciume e a inveja ministerial e o nepotismo nas Igrejas inclusive com lideranças querendo e enfiando de cima para baixo seus filhos(as) como ministros de louvor ou como pastores(as) os quais não têm a mínima aptidão (vocação), não foram chamados por DEUS, não possuem vida consagrada e nem mesmo levam a sério a DEUS e o Seu Projeto de salvação da humanidade, chegando até mesmo este pastores(as) “ilustres” ao cúmulo de promoverem intrigas, calúnias ou perseguições contra as pessoas que verdadeiramente estão sendo levantadas por DEUS e conseguindo muitas vezes até mesmo abortar estas futuras lideranças, cometendo portanto pecado semelhante ao cometido por Caim em relação a Abel! E assim a comunidade religiosa e a sociedade têm grandes perdas e estes(as) pastores(as) “ilustres” continuam sua vida de hipocrisia não levando em consideração que prestarão contas a DEUS pelas almas que se perderão por não terem sido alcançadas pelo ministério dos(as) líderes que verdadeiramente DEUS estava levantando! Isto é muito sério e grave!
- Quantas vezes presenciamos no cenário político e jurídico brasileiro e mundial em vez da meritocracia a presença de nepotismo e fisiologismo com muitos políticos e juristas enfiando de cima para baixo nos cargos comissionados dos serviços públicos ou nos partidos políticos seus filhos(as) ou aliados corruptos apenas para manutenção do seu projeto de poder (político, financeiro, etc.), criando assim no sistema republicano verdadeiras dinastias à semelhança das monarquias absolutistas e muitas vezes com direitos e privilégios que nem mesmo as monarquias atuais possuem! E quem mais perde com isto é a própria população que deixa de ter pessoas honestas, inteligentes, eficazes, eficientes e comprometidas com o bem comum na sociedade e deixa também de ter uma prestação melhor dos serviços públicos... Isto também é muito sério e grave!
- Quantas vezes podemos ver nas Academias (Universidades, Faculdades, demais Institutos de Ensino, etc.) também o nepotismo, fisiologismo e o jogo dos compadres e comadres através de concursos públicos que não passam de mera encenação, com critérios de avaliação altamente subjetivos e manipuláveis, para que assim sejam aprovados(as) e entrem nestas instituições de ensino apenas aquelas pessoas que lhe interessam (filhos de professores, profissionais que fazem parte do seu grupo de trabalho, etc.) e, assim, estas instituições deixam de ter em seus quadros excelentes professores e cientistas que com certeza trariam significativas contribuições para a sociedade... Isto também é muito sério e grave!
- Indo mais além, quantas crianças são assassinadas (por abortos, guerras, manipulação genética para fins de obtenção de células-tronco, narcotráfico, tráfico de seres humanos, abuso sexual, etc.) e assim o mundo perde inclusive futuros líderes que poderiam trazer significativas contribuições e avanços para a humanidade em todas as suas dimensões existenciais (espiritual, social, econômica, política, científica, etc.)... Isto também é muito sério e grave!
O mundo hoje precisa mais do que nunca de líderes que, sejam quais forem suas origens, possam, a semelhança de Davi, terem JESUS como sua raiz e geração, ou seja, pessoas (homens e mulheres) que sejam líderes levantados por DEUS e não tenham a sua liderança artificialmente fabricada (liderança biônica) e nem muito menos abortada por pessoas e interesses corruptos. Isto sempre foi e será necessário para o bem comum das sociedades humanas, pois as crises nacionais e mundiais que ocorrem nos Países sejam elas de qual tipo for (espiritual, ética, moral, política, financeira, ambiental, etc.) acontecem principalmente pelo fato de pessoas erradas estarem ocupando indevidamente cargos e funções de autoridade, pessoas erradas estas que não são dignas e nem deveriam estar ocupando tais cargos e funções! E a História está aí para nos mostrar e ensinar desde os tempos antigos até os dias atuais estas duras, infelizes, nefastas e perigosas realidades e suas consequências desastrosas para a humanidade!
Portanto, mais uma vez lhe digo: abra bem os seus olhos e tome muito cuidado com as lideranças religiosas e governamentais laicas e, acima de tudo, escolha bem a comunidade religiosa que você pretende frequentar e também escolha bem em quem você vai votar e jamais negocie e venda o seu voto, pois caso contrário a democracia cada vez mais só existirá no papel e continuará cada vez mais a ser substituída disfarçadamente e na prática pela plutocracia...
Pra.Carmem (Pra. Acsa)

Nenhum comentário: